NOTÍCIAS

Como planejar a sua primeira viagem internacional gastando pouco?
05.09.2019 | Viagens
Como planejar a sua primeira viagem internacional gastando pouco?

Para descobrir como viajar com pouco dinheiro, é necessário planejamento e definir as prioridades para ter uma viagem tranquila, independentemente do período que você estará fora do país. Muitas pessoas acham que toda viagem deve envolver muito dinheiro, mas poupar, organizar tudo com antecedência e saber para onde os seus gastos vão são passos essenciais para aproveitar todos os passeios sem apertos. Reunimos algumas dicas para te ajudar a planejar a sua primeira viagem internacional sem gastar muito. Confira!

Compre as passagens com antecedência 

Priorize comprar as passagens aéreas para a sua viagem internacional no mínimo 3 meses antes e pesquise bem, compare os preços entre as companhias e lembre-se de checar o programa de milhagens do seu cartão de crédito. Confira com a empresa do seu cartão quantas milhas você tem acumuladas e, dependendo da quantidade, é possível trocar por uma passagem e economizar!

Vá para destinos baratos

Se você não quer ter muitos luxos ou regalias, opte por um destino que tenha o custo de vida mais em conta ou onde a moeda local tenha valor menor que o real. Por exemplo, é possível viajar para países da Europa com pouco dinheiro, mas é mais difícil do que ir para lugares na Ásia. Por isso, esteja disposto a sair da zona de conforto e viver experiências únicas em lugares que você não pensou que poderiam ser a sua primeira opção de viagem internacional. 

Aproveite a baixa temporada

Caso você consiga tirar férias fora do período de alta temporada, escolha meses menos movimentados e evite feriados. Em baixa temporada, há mais chances de você encontrar promoções de passagens aéreas e hospedagem, e passeios mais em conta. Além disso, você consegue aproveitar melhor os pontos turísticos por não estarem tão cheios, e seu roteiro pode ficar mais flexível.

Pesquise muito

Tenha conhecimento do seu destino, assim você pode otimizar seu tempo e dinheiro quando estiver lá. Saiba quais são os melhores bairros para se hospedar, as maneiras mais econômicas de ir do aeroporto até a sua hospedagem, os dias ou horários em que algumas atrações são gratuitas, a média de preço dos passeios que você tem interesse em fazer, lugares bons e baratos para se comer, e informações sobre a história e a cultura locais que ajudam a evitar que você entre em furadas!

Fique mais tempo nos lugares

Quando você está planejando o roteiro e vê que há vários lugares legais pertinho uns dos outros no mapa, sua ideia é ficar um pouco em cada cidade, certo? Mas na prática as viagens com muitos destinos se tornam mais cansativas e caras, você vai se deslocar mais e gastar mais, além de não otimizar o tempo, pois vai ficar muito corrido em cada parada. Se você fica um período maior em um lugar, você descobre alguns segredos locais para economizar, se familiariza com o transporte público e tem mais tempo para cozinhar sua comida, por exemplo. 

Hospede-se em locais alternativos

A hospedagem é um dos principais fatores de gastos em uma viagem. Se você quer viajar com pouco dinheiro, um caminho é substituir hotéis por alternativas, como albergues e hostels, que tendem a ser econômicos e agradáveis. Além dessa opção, você pode entrar em plataformas como o Couchsurfing, que oferece acomodações gratuitas em várias partes do mundo, ou fazer work exchange, onde você faz alguns tipos de serviço em troca de hospedagem. 

Fique atento às refeições

Lógico que você não precisa passar a viagem inteira comendo fast-food ou pequenos lanchinhos para economizar. Sempre há um jeito de equilibrar as finanças quando o assunto é alimentação. Tente evitar restaurantes ou locais que vendem comida nas principais ruas em regiões turísticas. Aproveite as barraquinhas, mercados públicos e feirinhas. 

Outra dica é procurar hospedagens com cozinha, compartilhada ou não, assim você pode fazer compras no mercado e cozinhar com ingredientes locais. Tome um café da manhã reforçado e leve lanchinhos na bolsa. Com essas pequenas economias, você pode investir no jantar em um bom restaurante, por exemplo. Lembre-se de que a gastronomia é uma parte importante da experiência cultural! Procure restaurantes com menus executivos ou leve lanchinhos na bolsa, mas não deixe de aproveitar um bom restaurante local que te indicaram, por exemplo. Isso também faz parte da experiência cultural!

Pense antes de comprar

Sempre pense duas vezes antes de comprar uma lembrancinha local, algo que você não sabe como vai transportar ou se vai ser útil após a emoção turística. Pense em quantos dias da viagem você poderia bancar com o valor das compras, ou no valor do passeio que você quer fazer e que marcará mais a sua memória. As experiências são melhores investimentos e valem mais do que objetos!

Invista em um seguro viagem

Parece "dinheiro jogado fora", mas o seguro viagem é essencial e indispensável. Em alguns países, você nem pode entrar sem um seguro. Além disso, uma despesa médica no exterior pode custar muito mais do que você imagina. Existem muitas opções de seguro no mercado, desde as mais simples, como a do seu cartão de crédito, às mais completas, que cobrem até cancelamento de viagem. Antes de escolher a sua, verifique as coberturas e condições de uso e esteja atento às letrinhas miúdas!

Fique atento com as taxas

Lembre-se de verificar as taxas de câmbio, do uso do cartão e de saques de dinheiro. Com essas informações e planejamento, você pode ter uma ideia de quanto vai gastar no exterior, pois essas taxas também entrarão na parte de gastos. Uma boa opção é o cartão pré-pago, também conhecido como VTM. Embora o IOF seja o mesmo cobrado nos cartões de crédito, com esse cartão você não fica sujeito à variação do câmbio e tem um controle maior do que está gastando. Outra vantagem é que ele pode ser recarregado aqui no Brasil, caso você precise de um dinheiro extra para alguma emergência ou imprevisto. 

Lembre-se de anotar todas as suas compras e despesas durante a viagem. Dessa forma você não foge do seu orçamento. Seguindo essas dicas simples, você pode aproveitar sua viagem tranquilamente e sem gastar muito!

Gostou deste post sobre viagem? Confira outros posts sobre o assunto no nosso blog:

5 cidades mais baratas para se fazer um intercâmbio

O que você precisa saber em inglês para se virar numa viagem

Venha para a SKILL!

Ser fluente em inglês significa absorver o idioma de forma completa. Venha para a SKILL e tenha um aprendizado sólido e estruturado! Cadastre-se aqui e ganhe 4 aulas.

Tweetar
Compartilhar
+1
LER
O que significa o phrasal verb “fall for”?
12.12.2019 | Inglês

Confira como usar da maneira correta.

LER
Termos em inglês para usar no currículo
10.12.2019 | Inglês

Saiba os principais termos da língua inglesa para colocar no seu currículo.

LER
Qual a diferença entre espanhol e catalão?
06.12.2019 | Espanhol

Confira as diferenças e acabe com suas dúvidas!

LER
Como falar sobre casas em inglês
05.12.2019 | Inglês

Saiba como falar sobre os diferentes tipos de moradia.

Skill Idiomas
Pearson - Always Learning
©Skill Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP

CADASTRE-SE E GANHE 4 AULAS!